Erika Yamauti

Jornalista, coordenadora de eventos e consultora, é sócia-fundadora da Asteya Comunicação e Eventos e considerada uma das principais lideranças da comunidade nipo-brasileira, aplicando valores da cultura japonesa em suas práticas profissionais e desenvolvendo estratégias para comunicação online e offline.

Jornalista, coordenadora de eventos e consultora, ERIKA YAMAUTI é considerada uma das principais lideranças jovens da comunidade nipo-brasileira, aplicando valores da cultura japonesa em suas práticas profissionais, desenvolvendo estratégias para formação de equipes e lideranças nas entidades culturais e assistenciais da comunidade nipo-brasileira e planejando estratégias de comunicação e mobilização online e offline.  

Desde 2008, é uma das coordenadoras gerais do Festival do Japão, promovido pela Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil (Kenren) e considerado o maior festival de cultura japonesa do mundo, que reuniu público de 192 mil visitantes em 2019. Também foi uma das coordenadoras da 1ª e da 2ª edição do Simpósio de Organizadores de Festivais do Japão, realizados em 2019 e 2020.

No ano de 2017, foi escolhida pelo governo japonês para participar do “Programa de Convite a Descendentes de Japoneses da América Latina”, representando o Brasil, e participa ativamente das atividades do Consulado Geral do Japão em São Paulo e da Associação Brasileira de Ex-Bolsistas Gaimusho. 

A sua atuação comunitária na comunidade nipo-brasileira iniciou-se em 1998, na Comissão de Jovens da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa (Seinen Bunkyo), da qual foi presidente em 2004, e teve como destaque o Centenário da Imigração Japonesa, em 2008, e os 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil, em 2018, ano no qual também participou de audiências com o ministro das Relações Exteriores do Japão, sr. Taro Kono e com a sua Alteza Imperial, Princesa Mako, do Japão, representando a comunidade nipo-brasileira.



ERIKA YAMAUTI, formada em jornalismo e fotografia, compartilha conhecimentos nas áreas de mídias sociais e planejamento estratégico em comunicação. Atua fortemente junto à comunidade nipo-brasileira e é considerada uma referência para assuntos ligados à cultura japonesa no Brasil.

Nascida em São Paulo, é sansei (neta de japoneses) e passou a infância e a adolescência sem contato próximo com a comunidade, mas construiu aos poucos uma ligação permanente com a cultura japonesa, desde que iniciou seus trabalhos voluntários na comunidade nikkei, em 1998.

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, e em Design de Fotografia Avançado, a jornalista participa de projetos importantes da comunidade, como o Festival do Japão, o maior evento de cultura japonesa da América Latina, no qual colabora desde 2004 (e atualmente é uma das coordenadoras), mobilizando as comissões de mais de 10.000 voluntários.

De 2006 a 2018, atuou na Aliança Cultural Brasil-Japão, a maior escola de língua japonesa da América Latina, na qual planeja e implementa as atividades de comunicação externa e a organização de eventos culturais desde 2006. Realizou projetos para a JICA – Japan Internacional Cooperation Agency, onde atuou no apoio logístico ao TCTP – Treinamento de Cooperação Técnica para Terceiros Países, desde 2012 e para a Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo (Enkyo), coordenando a edição e reportagem da revista do Hospital Nipo-Brasileiro de 2014 a 2017.

Na sua trajetória profissional e voluntária, é necessário destacar a importante coordenação do setor de Imprensa na Comissão de Comunicação e Relações Públicas da Associação para Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, de 2004 a 2008, liderando o case de atendimento aos jornalistas de todo Brasil e do mundo, superando desafios como planejamento editorial, reportagens, Boletim Centenário, atualização de sites, formação de equipes, planejamento de eventos e acompanhamento de centenas de jornalistas. Em 2018, a jornalista novamente colaborou apoiando a Comissão para Comemoração dos 110 Anos da Imigração Japonesa na solenidade oficial, realizada em 21 de Julho de 2018.

Outra vertente interessante do trabalho de ERIKA YAMAUTI é a divulgação da cultura japonesa em projetos próprios, como o site lançado em 2012 – Amo Japão (www.amojapao.com.br), que divulga as atividades da comunidade nikkei para o grande público.

A jornalista também prestou serviços de assessoria de imprensa para o Atelier de Cerâmica Hideko Honma, a Companhia de Dança Corpos Nômades e para a Fundação Japão em São Paulo. Na imprensa nikkei, foi reporter da Rádio e TV Nikkey e colaboradora da revista Made in Japan e do site Hai-net. Também trabalhou na redação do Jornal Diário de São Paulo e na comunicação do Colégio Objetivo.

Foi presidente da Comissão de Jovens da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social (Seinen Bunkyo São Paulo), na gestão 2004. A entidade promove a cultura japonesa para a sociedade brasileira, oferecendo projetos e eventos culturais. O Seinen Bunkyo foi a primeira entidade da qual a jornalista participou como voluntária, em 1998, e na qual construiu grande parte de sua rede de contatos. Além disso, foi assessora de imprensa do Bunkyo e atuou em diversas comissões, como Gueinosai, Bunka Matsuri e Comunicação.

Journalist, PR coordinator and event coordinator, ERIKA YAMAUTI is considered one of the top leading young leaders of the Japanese-Brazilian community. Since 2008, she has been one of the coordinators of “Festival do Japão – São Paulo”, promoted by Kenren – Federation of Japanese Prefectures Associations in Brazil, and considered one of the largest festivals of Japanese culture in the world, with more than 215.000 visitors in 2018´s edition.

Her community activities began in 1998, with the Youth Committee of the Brazilian Society of Japanese Culture (Bunkyo), which she presided in 2004. She also supported the 100th Anniversary of the Japanese Immigration to Brazil in 2008, and the 110th Anniversary of the Japanese Immigration to Brazil in 2018. In 2017, she was chosen by the Japanese government (Gaimusho) to represent Brazil in the program “Invitation for Japanese Descendants from Latin America”.

In 2019 and 2020, she became one of the coordinators of the 1st and 2nd Symposium of Organizers of Japan Festivals, and had the opportunity to participate in numerous events of the Japanese community, such as the Salvador´s Bon Odori Festival, the Rio Grande do Sul´s Japan Festival, Londrina Matsuri and directly supported the realization of the first ever Mato Grosso do Sul´s Japan Festival, in Campo Grande / MS.